A ENEL NO BRASIL

A Enel no Brasil é uma holding de companhias que atuam nos mercados de geração, distribuição, conversão e transmissão de energia, além de prestação de serviços, posicionando-se como uma das cinco maiores empresas privadas do setor elétrico brasileiro.

Mantém operações nos Estados do Rio de Janeiro, do Ceará, de Goiás e do Rio Grande do Sul, atendendo 6,5 milhões de clientes. |GRI 2.1, 2.2|

Possui o controle majoritário em duas distribuidoras de energia (Ampla Energia e Coelce), duas empresas de geração (Endesa Cachoeira e Endesa Fortaleza), uma empresa de transmissão (Endesa Cien) e uma empresa de prestação de serviços para o setor de energia (Prátil).

A ENEL NO BRASIL
Em parceria com a Enel Green Power, possui participação minoritária em sociedades com propósito específico (SPEs) para a construção de usinas eólicas na Região Nordeste do país. Com a empresa Eólica Fazenda Nova, uma SPE da qual é acionista, a companhia ainda detém, em desenvolvimento, projeto de um parque eólico no Rio Grande do Sul. |GRI 2.3|

Sociedade anônima de capital fechado, a holding era denominada Endesa Brasil até outubro de 2014, quando o grupo italiano Enel, controlador da companhia, concluiu a aquisição das operações da Endesa na América Latina. Com foco na Europa e América Latina, a Enel é uma das maiores empresas integradas nos mercados de energia e gás do mundo. Opera em 32 países, em quatro continentes, fornece energia para mais de 61 milhões de clientes e tem capacidade instalada de geração de 95 GW. |GRI 2.6, 2.9|

A Enel no Brasil detém 8,5% de participação no mercado brasileiro em número de clientes e 4,9% em volume de energia distribuída.

Enel no Brasil em 2014 |GRI 2.8|

• 6 operações
• 6,5 milhões de clientes
• 16.058 colaboradores
• 2.695 próprios
• 12.781 parceiros
• 542 estagiários
• 42 jovens aprendizes
• Receita líquida de R$ 9,5 bilhões
• EBITDA de R$ 2,3 bilhões
• Lucro Líquido de R$ 873 milhões

Composição acionária